APP Cemig Atende

Baixe na App Store

Baixe na Play Store

Clique aqui Clique aqui

Cemig é eleita uma das empresas mais transparentes do país

.Empresa foi premiada a partir da análise de critérios que mensuram a qualidade das informações dos resultados financeiros apresentados ao mercado

A Cemig conquistou, pela 16a vez, o Troféu Transparência na categoria “Empresas de Capital Aberto com Receita Líquida acima de R$ 8 bilhões”, realizado pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), com análise técnica da Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi) e patrocínio da Serasa Experian. As empresas ganhadoras nas duas categorias – com receita líquida acima e até R$ 8 bilhões – foram selecionadas após a análise da qualidade das informações dos resultados financeiros apresentados ao mercado, que são públicos e servem de base para que os interessados em investir o façam de forma segura, reduzindo assim os riscos de suas decisões.

“O fato de a Cemig ter sido premiada em 16 das 24 edições do prêmio demonstra o empenho e a dedicação de seus empregados em garantir a qualidade das demonstrações financeiras. Para nós, é uma honra e um orgulho enorme fazer parte do seleto grupo das grandes empresas mais transparentes do país na qualidade das informações prestadas e no relacionamento com seus acionistas”, comentou o presidente da companhia, Reynaldo Passanezi.

Para a diretoria da Cemig, a pandemia da Covid-19 tem sido vista também como oportunidade para ampliar a integração das diversas áreas responsáveis pelos resultados operacionais e financeiros da companhia, enfrentando o desafio de manter o mercado e os stakeholders sempre informados com transparência . “Acreditamos na transparência para gerar valor para o mercado e vamos continuar nos empenhando para sempre fazer o melhor. Agradecemos à nossa força de trabalho por nos conduzir a esse reconhecimento”, acrescentou o presidente.

Premiação

O Troféu Transparência foi criado em 1997, visando estimular o desenvolvimento da transparência nas companhias, por meio da avaliação dos balanços publicados no mercado. A comissão julgadora analisa rigorosamente as práticas de transparência nas informações contábeis, no que diz respeito à qualidade do relatório da administração e consistência com os dados divulgados, dentre outros fatores.