APP Cemig Atende

Baixe na App Store

Baixe na Play Store

Clique aqui Clique aqui

VocĂȘ sabe o que Ă© o Sistema Interligado Nacional?

.Uma infraestrutura robusta e imensa organização para assegurar a disponibilidade de energia elétrica no Brasil

Foto: iStock

O Brasil possui grandes dimensĂ”es territoriais. E, como consequĂȘncia, existem tambĂ©m diferenças hidrolĂłgicas significativas entre as diversas regiĂ”es do paĂ­s, com perĂ­odos de seca e de chuva nĂŁo coincidentes. Para aproveitar essa diversidade e minimizar os riscos de falhas no abastecimento, o sistema elĂ©trico nacional Ă© interligado, ou seja: possui linhas de transmissĂŁo que permitem trocas energĂ©ticas entre as diversas regiĂ”es do paĂ­s.

Assim, se estabelece um fluxo permanente de energia elĂ©trica entre as regiĂ”es, como uma espĂ©cie de troca, garantindo que as que estiverem com melhores afluĂȘncias nos rios e maiores nĂ­veis de armazenamento de ĂĄgua nos reservatĂłrios, gerem e enviem energia para as que estiverem atravessando perĂ­odos mais secos.

Mas para que esse sistema interligado funcione de maneira eficiente e otimizada, foi criado o Operador Nacional do Sistema (ONS), que coordena e despacha toda a operação dos reservatórios de forma centralizada, visando produzir energia ao mínimo custo possível com o måximo de segurança no fornecimento para o País.

No sistema interligado, os proprietĂĄrios das usinas sujeitas ao despacho centralizado nĂŁo decidem de forma individual quando e quanto gerar em seus empreendimentos. E para garantir o cumprimento dos compromissos de venda de energia assumidos por cada agente, o governo brasileiro criou o Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) que, em termos gerais, promove transferĂȘncias de energia das usinas que geraram acima da garantia fĂ­sica para as que geraram abaixo, de modo que, ao final dessas trocas, cada usina terĂĄ alocado para si uma energia proporcional a sua Garantia FĂ­sica no processo de comercialização.

Desse modo, o fluxo de caixa de cada concessionĂĄria proveniente dos contratos de venda de energia, depende da energia produzida em conjunto pelo sistema e nĂŁo da energia gerada por cada usina isoladamente. Um verdadeiro trabalho de equipe, totalmente interligado.