APP Cemig Atende

Baixe na App Store

Baixe na Play Store

Clique aqui Clique aqui

Cemig investe mais de R$ 6 milhões na modernização de escolas públicas no primeiro semestre de 2021

.A meta é de que, até 2022, todas as unidades em Minas Gerais sejam contempladas com as melhorias

Somente no primeiro semestre deste ano, a companhia investiu cerca de R$ 6,3 milhões na substituição de lâmpadas ineficientes por outras de LED em 593 instituições de ensino da rede estadual, por meio do Projeto Cemig nas Escolas. No mesmo período de 2021, 149 municípios foram contemplados com a iniciativa, onde foram substituídas aproximadamente 170 mil lâmpadas.

O projeto teve início em 2018 e, até o momento, mais da metade das 3.398 escolas estaduais já se encontram eficientizadas. A meta é de que, até 2022, todas as unidades em Minas Gerais sejam contempladas com as melhorias.

A ação, que integra o Programa de Eficiência Energética (PEE) da companhia, é responsável por garantir um consumo mais eficiente e econômico, reduzindo o desperdício de energia e os gastos públicos. Em média, são substituídas aproximadamente 300 lâmpadas por escola. Com este projeto, a companhia estima uma economia de cerca de 50% no consumo da iluminação em cada instituição beneficiada, além de melhoria na qualidade da luminosidade e redução de custos com manutenção e compra de lâmpadas.

De acordo com Fernando Queiroz, coordenador do Projeto Cemig nas Escolas, as novas lâmpadas têm durabilidade superior e diminuem os custos de manutenção das escolas. “Antes do Cemig nas Escolas, as instituições da rede estadual de ensino faziam trocas constantes de reatores e das lâmpadas. A substituição dos equipamentos elimina essa necessidade. Além disso, a nova iluminação vai dar mais conforto aos alunos e professores quando as no retorno das atividades presenciais após a pandemia da Covid-19 “, explica.

Os investimentos da companhia com o Projeto Cemig nas Escolas devem alcançar, entre o quinquênio 2018-2022, mais de R$ 43 milhões, considerando a modernização da iluminação de todas as escolas estaduais dentro da área de concessão da companhia e, ainda, a implantação de 125 microusinas fotovoltaicas em instituições de ensino da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Sobre o Programa de Eficiência Energética da Cemig

Somente no ano passado, o Programa de Eficiência Energética da Cemig investiu cerca de R$ 50 milhões em diversos projetos no estado. O Programa tem o objetivo de combater o desperdício de energia elétrica por meio da substituição de equipamentos obsoletos por outros mais modernos, entre outras iniciativas.

Além do Cemig nas Escolas, o PEE possui outros quatro subprogramas: Cemig nas Cidades, Cemig nos Hospitais, Cemig no Campo e o Cemig nas Comunidades. Dessa forma, a empresa atua na troca de iluminação existente por lâmpadas eficientes, na instalação de usinas fotovoltaicas e na substituição de equipamentos ineficientes por outros mais eficientes, além levar orientações sobre o uso correto e sustentável da energia elétrica.

Outra importante iniciativa do PEE é a Chamada Pública de Projetos, que permite a todos os clientes da Cemig apresentarem projetos de acordo com a regulamentação da Aneel. Essa iniciativa ocorre anualmente desde 2015 e integra as iniciativas do Programa de Eficiência Energética da Cemig, que é regulado pela Aneel. Ao todo já foram aprovados cerca de 80 projetos que beneficiam, principalmente, prefeituras e serviços públicos, como universidades e hospitais.