APP Cemig Atende

Baixe na App Store

Baixe na Play Store

Clique aqui Clique aqui

.Impedimento ao medidor pode levar à cobrança pela média dos consumos anteriores e até ao desligamento da energia

A Resolução 863 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que aprimora procedimentos de medição e leitura, prevê que a Cemig pode faturar as contas de energia por média quando, por impedimento de acesso ao medidor, não for possível realizar a leitura. A resolução também permite que a companhia efetue o corte da energia, caso o impedimento se mantenha. Por isso, é fundamental que o cliente verifique a data da próxima leitura em sua fatura e permita o acesso do leiturista ao medidor na data correta.

É o que explica Amanda Mascarenhas, gerente de Gestão do Cadastro e Faturamento de Clientes da Cemig. “A Resolução 863 define que, nos casos de impedimento de leitura, a fatura seja gerada com base na média de consumo dos últimos 12 meses, o que pode levar o cliente a pagar um valor maior ou menor do que o consumo real registrado naquele mês”, comenta a gerente. “Em caso de impedimento de acesso ao medidor, a unidade consumidora também estará sujeita a desligamento da energia, de acordo com a Resolução 863”, completa.

Desta forma, a Cemig orienta que o cliente fique sempre atento à data para receber o leiturista. “Para conferir a data da próxima leitura, basta o cliente verificar essa informação em sua fatura de energia, no campo próximo ao seu endereço”, orienta a gerente.

Envio de leitura

Para evitar a cobrança pela média e até um possível desligamento, também é possível que o próprio cliente informe à Cemig a leitura do seu medidor.

Nos medidores mais antigos, com quatro ou cinco “reloginhos”, basta o cliente copiar a posição dos ponteiros e informar o número registrado. Importante destacar que, quando algum desses ponteiros estiver entre dois números, o cliente deve considerar sempre o de menor valor. Já nos medidores com números, sejam analógicos ou digitais, é só o cliente os copiar na ordem em que aparecem.

De posse do número, a leitura pode ser informada por meio dos canais de atendimento disponibilizados pela companhia, como o aplicativo Cemig Atende (disponível para Android e IOS), a agência virtual Cemig Atende Web , o SMS (enviar um torpedo para o número 29810) e os aplicativos Telegram (@cemigbot direto no app) e Whatsapp (31 3506-1160).