Alexandre Menezes transforma a paisagem em mistério. Sua arte chama o infinito para perto. Do alto de seu atelier, aberto para a Natureza, ele contempla as montanhas de Minas e vê ao longe, talvez, o mar. Seus desenhos e pinturas revelam e, escondem, ao mesmo tempo, formas conhecidas ou imaginadas envolvidas por linhas velozes e manchas de tinta que surpreendem o observador. Os desenhos retratam elementos arquitetônicos presentes na memória e na identidade urbana de Belo Horizonte. As pinturas tendem para a abstração com imagens transparentes cobertas por traços vigorosos que impregnam o ambiente, demonstrando a liberdade de expressão do artista. Os respingos de tinta espalhados pelas telas parecem ter surgido de uma explosão vulcânica que irrompem na paisagem, modificando o nosso modo de ver e contemplar a realidade. O olhar do observador deverá descobrir no céu, no ar, no gesto de Alexandre, onde está o mistério.

Altino Caldeira Arquiteto e Artista Plástico Professor do Curso de Arquitetura e Urbanismo da PUCMinas

 

24ª Concorrência de Talentos Cemig • Curadoria: Guilherme Horta, Márcio Sampaio e Sérgio Rodrigo Reis | Expografia Paulo Schmidt
Alexandre Menezes é mineiro formado em Arquitetura e Urbanismo, natural de Belo Horizonte, onde vive a mais de 30 anos. A exposição apresenta uma visão bastante particular de um morador sobre sua cidade. Esta visão explora as manchas e as linhas como principais formas de expressão.

E-mail: alexandremmenezes@gmail.com
Instagram: alexandremmenezes
A Cemig acredita que o desenvolvimento se dá com a participação de todos. Reconhecendo o talento dos artistas de Minas, a Galeria de Arte Cemig se abre para o encontro da produção nas artes visuais com o público, num importante passo para a construção da cidadania.
Endereço
Av. Barbacena, 1200,
Santo Agostinho
Belo Horizonte/MG
Google Map
55 (31) 3506 4023
galeriadearte@cemig.com.br
http://www.cemig.com.br/pt-br/galeriadearte/Paginas/default.aspx